MUDAR TAMANHO DA LETRA Diminuir Fonte Aumentar Fonte Voltar Voltar Imprimir Imprimir E-mail E-mail PDFPDF DownloadDownloads Compartilhar Compartilhar

Histórico e Perfil Corporativo

Perfil Corporativo
Histórico

Perfil Corporativo

A Companhia Providência Indústria e Comércio (PRVI3) é a empresa líder na fabricação e comercialização de nãotecidos no Brasil, com presença significativa nas Américas e atuação global.

Durante os últimos anos, a Companhia obteve considerável êxito em ampliar e consolidar sua posição de liderança nos mercados de nãotecidos atuando principalmente nas Américas.

Os nãotecidos são elaborados a partir de fios ou filamentos ligados mecânica, química ou termicamente. A produção de nãotecidos da Providência é principalmente comercializada para a aplicação em produtos descartáveis (ex. fraldas, roupas médicas descartáveis, absorventes femininos e lenços umedecidos, entre outros). Além disso, a Companhia também comercializa parte de sua produção de nãotecidos para aplicações em bens duráveis (ex. móveis, colchões, componentes automotivos e construção civil, entre outras).

A Providência utiliza exclusivamente a tecnologia “estado da arte” spunbonded, que vem crescendo a taxas superiores às demais tecnologias utilizadas atualmente na indústria de nãotecidos para a produção de aplicações descartáveis, por permitir a produção de nãotecidos a custos inferiores e com qualidade superior.

A Companhia possui treze linhas de produção Reicofil (tecnologia spunbonded), com capacidade instalada total de produção de 140 mil toneladas por ano, sendo 70 mil toneladas localizadas no mesmo parque industrial (super site) em São José dos Pinhais-PR, 30 mil toneladas na cidade de Pouso Alegre-MG e 40 mil toneladas na cidade de Statesville nos Estados Unidos, o que proporciona à Providência considerável ganhos com sinergia, economias de escala e reduções de custos no processo de produção.

Topo
 
Histórico

Fundada no ano de 1963, como uma sociedade anônima de capital fechado, a Companhia foi constituída para produzir embalagens plásticas para a indústria de alimentos sob a marca “Providência”, sendo uma das pioneiras na fabricação de plásticos na região sul do Brasil.

Com o intuito de expandir e diversificar seus negócios, a Providência iniciou em 1978 a produção de tubos e conexões em PVC, na unidade fabril de São José dos Pinhais. Já em seus primeiros anos de atuação nesse segmento, a Companhia acredita ter alcançado posição de destaque no mercado brasileiro, com o reconhecimento de sua marca “Provinil”.

Em 1988, visando diversificar ainda mais seus negócios e a participar de um setor em rápida expansão, a Providência adquiriu sua primeira linha de produção de fabricação de nãotecidos, já utilizando tecnologia spunbonded da Reicofil. A Companhia foi pioneira nesse segmento em toda a América Latina e lançou seus produtos de nãotecidos sob a marca “Kami”. Como parte de sua estratégia corporativa, a Providência passou a investir e adquirir uma nova linha de produção a cada dois anos aproximadamente, de forma a ganhar escala, melhorar sua eficiência operacional e atender às necessidades de seus clientes no Brasil e no exterior.

As três primeiras linhas de produção adquiridas fabricavam produtos voltados para a aplicação em bens duráveis. A partir da compra de sua quarta linha de produção em 1996, com a possibilidade de fabricar nãotecidos destinados tanto para aplicação em bens duráveis como descartáveis, a Providência passou a atuar no fornecimento de matéria-prima para a indústria de descartáveis higiênicos, a qual já apresentava, e acredita que deverá continuar apresentando, um cenário promissor de crescimento. Com a boa aceitação de seus produtos no segmento de descartáveis, em 1997 a Companhia decidiu realizar um importante investimento na compra de sua quinta linha de produção.

A partir da implementação de sua quinta linha de produção spunbonded, a Providência começou a atuar mais intensamente como fornecedora desse segmento. O aumento de sua produtividade com a instalação de sua quinta linha de produção permitiu a expansão de seus negócios para as Américas do Sul e Central. Também em 1997, a Companhia começou a fornecer nãotecidos para os grandes fabricantes de fraldas descartáveis e absorventes femininos.

Desde o início de sua atuação no segmento de nãotecidos a Companhia tem utilizado a tecnologia spunbonded, o que a Providência acredita ter permitido o seu crescimento de forma consistente nesse setor. Para aumentar sua capacidade produtiva a Companhia teve que adquirir a sua sexta linha de produção Reicofil. A utilização de apenas uma tecnologia de produção em seu parque industrial lhe permitiu alcançar economias de escala, sinergias de produção e a otimização de seus custos de produção, inclusive aqueles associados à manutenção industrial. Novo impulso tecnológico ocorreu em 2002, quando entrou em operação a sétima linha de produção da Providência, consolidando sua posição de maior fabricante de nãotecidos na América Latina.

Em outubro de 2005, com a entrada em operação de sua oitava linha de produção, a Companhia expandiu sua atuação no mercado externo e passou a operar dois depósitos de distribuição nos Estados Unidos, com o objetivo de atender com maior eficiência e rapidez seus clientes norte-americanos.

Em junho de 2007, com o objetivo de expandir suas atividades no setor de nãotecidos, a Providência celebrou contrato para a aquisição da totalidade das quotas da Isofilme, empresa localizada em Pouso Alegre-MG que atua nos ramos de industrialização e comercialização de nãotecidos, em estruturas simples e compostas, impressas ou não, em diferentes gramaturas.

Neste mesmo ano, a Companhia Providência realizou oferta pública primária de ações ordinárias, que passaram a ser negociadas na BM&FBOVESPA S.A. – Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros, no segmento especial denominado Novo Mercado, sob o código "PRVI3". Atualmente a Companhia está entre as principais empresas de capital aberto do Paraná.

A Companhia Providência inaugurou sua nona linha de produção, a Kami 9, em março de 2008, com incremento de 15 mil toneladas ano, dedicada à produção de nãotecidos para descartáveis médicos e descartáveis higiênicos especiais, contribuindo para a manutenção de sua posição de líder no mercado brasileiro de nãotecidos e para expansão da sua capacidade atual, incluindo suas atividades no exterior.Em outubro de 2008 a Providência alienou, por R$ 82 milhões, sua divisão de tubos e conexões de PVC a uma subsidiária da Aliaxis, passando a se dedicar exclusivamente ao mercado de nãotecidos.

No ano seguinte a Providência anunciou ao mercado a retomada do projeto da primeira planta da Companhia nos Estados Unidos com capacidade de produção de 20 mil toneladas por ano de nãotecidos. A cidade de Statesville no estado norte-americano da Carolina do Norte recebeu investimentos de cerca de US$ 80 milhões para as instalações da “Kami 11”, a décima primeira linha de produção da empresa. A planta, uma das mais modernas do setor, foi inaugurada em 27 de janeiro de 2011 e iniciou as operações com pedidos já fechados com clientes americanos. Assim, a Companhia totaliza uma capacidade de produção anual de 100 mil toneladas.

Em outubro de 2010, a Companhia firmou um contrato de financiamento à Exportação junto ao BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - de R$ 150 milhões. Posteriormente a Companhia Providência também informou ao mercado e aos seus acionistas o pagamento de dividendos antecipados referente a 100% sobre o lucro líquido do período findo em 31 de dezembro de 2010. A Companhia manteve esse mesmo percentual de distribuição de dividendos no período findo em 2011.

Em linha com sua estratégia corporativa de expansão, em novembro do mesmo ano, a Companhia aprovou investimentos no montante de até US$ 123 milhões compreendendo duas linhas de produção, instaladas uma no Brasil, na cidade de Pouso Alegre-MG, e a outra nos Estados Unidos da América, na cidade de Statesville, NC, cada uma com capacidade instalada de 20 mil toneladas por ano de nãotecidos destinados aos mercados de artigos descartáveis higiênicos e descartáveis médicos. A linha de produção em Pouso Alegre foi inaugurada no em 04 de junho de 2012 e a entrada em operação da segunda linha de produção em Statesville, NC, ocorreu em 26 de março de 2013. As duas linhas de produção proporcionaram um aumento de 40% na capacidade instalada total da companhia que alcançou 140 mil toneladas/ano. Adicionalmente, foi firmado memorando de entendimentos com termo de opção de compra de mais duas linhas de produção junto ao fornecedor Reifenhäuser Reicofil GmbH & Co. KG.

Os novos investimentos visam aumentar a capacidade produtiva nas plantas do Brasil e dos Estados Unidos, em linha com o crescimento de mercado e o planejamento estratégico da Companhia Providência, com a redução dos custos logísticos e maior proximidade aos grandes mercados consumidores de nãotecidos.
 

 

Última Atualização: 26/03/2013 Topo
Providência © 2009. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade | Termos & Condições